domingo, 5 de julho de 2009

“Paulo Disse Que Quem Não Trabalha, Não Deve Comer”

Isso é verdadeiro ainda nos dias atuais.
Só não devemos esquecer de imitá-lo (Fil. 3:17), já que ele assim exige, ok?
Paulo trabalhava durante a semana inteira, mas no Sábado, ele ia sempre à igreja (Atos 18:1-4).
Este costume – ir à igreja aos Sábados – era evidente na vida de Paulo (Atos 17:2).
Abraço!!!

15 comentários:

  1. Olá irmão Hugo!

    A paz de Nosso Senhor Jesus Cristo!



    O primeiro dia da semana não é o Domingo?
    Então segundo sua defesa para o Sábado, que foi também violado por Jesus, entra em contradição com a própria Bíblia, veja:
    " E no primeiro dia da semana, ajuntando-se os discípulos para partir o pão, Paulo, que havia de partir no dia seguinte, falava com eles; e prolongou a prática até à meia-noite." (Atos dos Apóstolos 20,7)


    Até mesmo A Didaquê (Διδαχń), que foi o Catecismo dos Apóstolos há divergências quanto ao Sábado:

    "Reúnam-se no dia do Senhor para partir o pão e agradecer, depois de ter confessado os pecados, para que o sacrifício de vocês seja puro."


    Abraços fraternos e A Paz de Cristo

    ResponderExcluir
  2. Irmão!

    “Paulo Disse Que Quem Não Trabalha, Não Deve Comer”


    Se levássemos este versículo ao pé da letra, então como estariam os doentes, idosos incapazes de trabalhar? Os presidiários?

    Isso não deve ser levado em totalidade, assim devemos considerar aqueles que se dedicam ao serviço de Deus, pois a própria Bíblia também diz:


    "O obreiro é digno do seu salário."
    (1 Timóteo 5:18)




    "13 Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar?
    14 Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho." (I Conríntios 9, 13-14)



    A Paz do Senhor esteja contigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo texto tirado do seu contexto se torna um pretexto. Um dos primeiros princípios hermenêuticos para a correta interpretação da Bíblia é o bom senso. é obvio que quando Paulo fala que quem não trabalhar não deva comer, excetua-se as viúvas, os órfãos e os doentes. Basta ler todo o capítulo à luz de 1Tm 5. Quanto aos obreiros, o trabalho não se resume ao trabalho braçal.

      Excluir
  3. Oi, Cris! (para teu primeirocomentario)
    Em que versiculos fundamenta que Jesus violou o dís de sábado???

    Alguns cristãos guardam o sábado como dia santo de culto e repouso. Outros guardam o domingo. Há quem santifi que a sexta-feira e outros dias da semana. Em todos os casos, há pessoas sinceras que seguem o que lhes foi ensinado, sem nunca ter examinado o que Deus disse. É verdade que há, também, os que preferem esquecer justamente o que Ele mandou lembrar. A Bíblia, que é a Palavra de Deus escrita, é a autoridade máxima para responder à pergunta: Que dia devemos observar como santo?

    1. O que diz o quarto mandamento? Êxodo 20:8-11

    2. Quem estabeleceu o sábado, quando e por quê? Gênesis 2:1-3; Marcos 2:27, 28
    Adão e Eva eram os únicos habitantes do mundo; portanto, antes do surgimento da nação judaica.

    3. Que dia Deus ordenou que fosse observado no tempo dos seguintes profetas?
    a) Moisés, cerca de 1500 a.C. – Êxodo 16:23
    b) Isaías, cerca de 700 a.C. – Isaías 58:13, 14; Isaías 56:4
    c) Jeremias, cerca de 600 a.C. – Jeremias 17:24 e 27
    d) Ezequiel, cerca de 600 a.C. – Ezequiel 20:12, 20
    e) Esdras e Neemias, 420 a.C. – Neemias 13:15, 19
    No Antigo Testamento, não há nenhum texto indicando mudança do dia de guarda.

    4. Que dia foi observado por Jesus? Lucas 4:16, 31

    5. Que dia guardavam os seguidores de Jesus? Lucas 23:53-56; Atos 13:14, 27, 42, Lucas 44;17:2; Lucas 18:4

    6. Que dia os salvos guardarão na Nova Terra? Isaías 66:22-23

    7. Podemos ignorar esse mandamento? Tiago 2:10-12; 1 João 2:4
    É bom lembrar que a guarda do sábado não é um meio de se alcançar a salvação, que é obtida unicamente pela graça de Jesus. A obediência a Deus é resultado da salvação. Como alguém pode dizer que está salvo e viver em desobediência a Deus? A guarda do sábado é uma demonstração de amor a Deus e fruto da experiência pessoal com Ele.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris, (segundo Comentario).

    Paulo esta se referindo aos osciosos!
    com certeza não pode ser aplicado aos que não tem condições.

    Qual é o destino dos dízimos? Números 18:21; 1 Coríntios 9:14; Malaquias 3:10.
    Concordo com a questão dos obreiros!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    é a primeira vez que acesso seu blog, muito interessante os pontos de vista aqui citados, por mais que não concorde com alguns.
    Não frequento nenhuma igreja, creio em Deus, não sou tão conhecedor da palavra escrita, mais creio que Deus no que se refere ao "trabalhar e comer" não seja tão assim material, vejo como sendo que quem não trabalha no Senho, não é digno de se alimentar dos frutos que tau trabalho dá. Não é digno de comer das bençãos que o Senhor tem a nos oferecer.
    Penso que seja isso.
    Mais uma ves parabens pelo blog.

    ResponderExcluir
  6. com rela ção a Atos 20 se lermos com atenção iremos notar que biblicamente aquela noite era a noite posterior ao por-do-sol do Sabado, pois, os Sabado terminava ao por-do-sol, logo na linguagem de hoje eles estavam na noite de sabado mas, biblicamente era a noite de domingo, ou seja, a parte escura do dia de 24h, e no dia seguinte iria partir. observe que paulo prega anoite inteira e viaja pela manhã no mesmo dia de domingo, é só ler a continuação do texto e verá isto.por favor aacredite na Biblia.

    ResponderExcluir
  7. meu email:davicostaro@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Cris,

    Bom seu argumento aparentemente, parece correto! mas só parece.

    atos 20:7 nos dias de Paulo os dias erão contados de por do sol a por do sol, então assim que o sol se pos no final do sabado, ja é domindo.

    Como João 20:19 ao cair da tarde.
    Marcos 16:1-2

    um abraço!

    ResponderExcluir
  9. SE ALGUÉM NÃO QUER TRABALHAR, TAMBÉM NÃO COMA
    II Tessalonicenses 3:6-18 II Tessalonicenses 3:10

    Há pessoas viciadas no trabalho. Trabalham noite e dia, domingos e feriados, sem qualquer tempo para descansar. Isso não está bem, pois estão a ferir de morte o seu corpo, que é, ou deve ser, o templo do Espírito Santo. Essas pessoas devem pensar no mandamento de Deus: - "seis dias trabalharás e farás toda a tua obra, mas no sétimo dia descansarás", pois é o dia do Senhor. O próprio Deus nos deu o exemplo, criando o mundo em seis dias e descansando no sétimo, não por estar cansado (Deus não se cansa, nem se desgasta, nem se fatiga - Isaías 40:28), mas para nos dar o exemplo e por outros motivos que nos devem levar à reflexão e meditação. O trabalho deve ser feito com método, empenhamento e no tempo próprio, pois tudo tem o seu tempo (Eclesiastes 3:1-8).
    Outros, porém, têm o vício de não trabalhar. São preguiçosos e estão esperando comer o pão que os outros granjearam com o seu trabalho. Isto também está muito mal, pois cada um deve comer o seu pão honesto, com o suor do seu rosto (Genesis 3:17-19).
    Ambas as atitudes estão erradas. A atitude de ser escravo do trabalho, pela ambição desmedida, pois basta a cada dia o seu mal e o amanhã se bastará a si mesmo (Mateus 6:33-39) e a atitude do preguiçoso, que se torna desonesto, por não cooperar no trabalho da coisa comum e não prover o seu sustento. Esse precisa de ir aprender com a formiga diligente (Provérbios 6:6-11)-
    Parece que na Igreja de Tessalónica havia alguns crentes que, empolgados pela doutrina da segunda vinda de Jesus, tinham deixado seus trabalhos e estavam a viver na ociosidade, possivelmente vivendo à custa de alguns que, embora crendo e esperando Jesus na Sua glória, continuavam a trabalhar e a operar como se isso pudesse acontecer naqueles dias ou muitos dias depois.
    É assim que devemos viver. Trabalhando como se Jesus só venha daqui a mil anos, mas vivendo na fé, no amor e na justiça como se Ele venha já amanhã. Esta deve ser a atitude do bom cristão -- trabalhar com empenho e honestidade e viver sóbria, recta e piamente a vida em Jesus.
    E "se alguém não quiser trabalhar, então não coma também". O trabalho dignifica o homem.
    Não sejamos "religiosos fanáticos" ao ponto de não querermos trabalhar.

    ResponderExcluir
  10. amdos!O tempo que vcs ficam ai discutindo o dia da semana,vai praticar o ide de Jesus!Nao é o dia da semana que ira nos levar para o ceu mais sim nas nossas obrassssss!Acorda povo!e quanto aos dizimos, era lei naquela epoca Jesus veio e estas leis foram abolidas. assim como apedrejar a mulher adultera, a circunsiso, os holocaustos etc, etc... acorda povo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que entendi você disse que a salvação é por obras, mas não é isso que está em tito 3:5, Efésios 2:8,9, Romanos 3:20 e outros textos mais. A lei não foi abolida não, pois o próprio Cristo diz que não veio para revogar a lei mas sim para que ela seja cumprida, em Mateus 5:17 Cristo estava falando sobre toda a bíblia inclusive os mandamentos. Então pelo que você disse cometer adultério não é mais errado e assim como matar, roubar e etc.

      Excluir
  11. Divirjo e concordo.
    Concordo que o pastor deva trabalhar e pare de cobrar o dízimo. Mateus 10:8
    Divirjo que Paulo ia adorar nas igrejas aos sábados. Não. Paulo ia nas SINAGOGAS aos sábados . É bem diferente. Paulo ia nas sinagogas pregar a nova lei do Cristo ( Gál. 6 : 2) para os judeus. João 5 : 16, 17; Col. 2: 16, 17; Mateus 5 : 43, 44, etc..

    ResponderExcluir
  12. Paulo adorava o Pai ( João 4 : 23, 24) com seus irmãos de fé NAS IGREJAS.
    ( e não nas sinagogas)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...